Seminaristas da teologia conectados

    Amado leitor, este tempo de Pandemia leva-nos a questionar diversos acontecimentos cotidianos. Se pensarmos na formação presbiteral hoje, é passível de questionamento. Pois estamos vivenciando uma dinâmica nunca antes proposta.

    Todos devemos repensar o nosso papel de construtor de um mundo melhor e, não podemos negar que as mídias sociais se tornaram um lugar de encontro. Não é um espaço físico, mas digital que é carregado de concretude, ou seja, realidade.

    Nós, os seminaristas da teologia, que temos a nossa residência em Belo Horizonte, juntamente com a nossa amada diocese e, o Concelho de Formação, estamos vivendo este tempo da melhor forma possível.

    Se buscarmos os documentos para a formação presbiteral, sempre dirá que o formando é sujeito do seu caminho e, a atualidade nos faz por, ainda mais, em prática esse princípio.

    Hoje, os seminaristas que estão cursando o terceiro ano de teologia já realizam concomitantemente o seu estágio pastoral. Deste modo, residem em uma paróquia de nossa diocese vivendo toda uma atividade que, de certa forma, espelha aquilo que vivenciaram quando se tornarem presbíteros. Os que estão no segundo e primeiro ano de teologia, realizam a dinâmica do estar em família e aos finais de semana auxiliam nas atividades de suas respectivas paróquias de origem.

    Destarte, temos toda uma dinâmica que busca manter vivo os pilares da formação e, mensalmente, realizamos encontros para podermos partilhar as nossas dificuldades enfrentadas, as alegrias e sobretudo como está sendo este novo modelo de formação.

    Este novo modelo formativo, não foge de um dos apontamentos de Cristo no Evangelho de Mateus: “Pois, onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou aí, no meio deles. Mt 18,20”. Sabemos que o contato físico é necessário, mas buscamos, com todos os desafios presentes, estarmos unidos; porque não dizermos: conectados. Sim! Conectados, na fé, na fraternidade, na alegria e assim, expressar a ação do Espírito Santo que sempre sopra e faz nova todas as coisas como aconteceu na última segunda-feira em nossa reunião mensal.

    Querido Leitor, continue rezando por nós; estamos também rezando por você.

    Não esqueça jamais de, em suas orações, pedir ao Senhor da Messe que envie operários.

    Por Hugo Damião Leal.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp Fale conosco