Seminário diocesano em Teófilo Otoni tem novo nome

Nesta terça (10), foi aprovado que o Seminário da Diocese, em Teófilo Otoni passará a ser chamado “ Seminário Diocesano Bom Pastor”. Dom Messias tomou a decisão  após ouvir os membros do Conselho de Presbíteros. Havia outras sugestões: São João XXIII, São João Paulo II, mas a escolha recaiu sobre o Bom Pastor, por referir-se  à espiritualidade do padre Diocesano.

“Espiritualidade cristã refere-se à experiência que o fiel faz do Deus Trino a partir de Deus Filho, nosso Senhor Jesus Cristo. Porém, o processo que leva a essa experiência varia muito. Os padres de institutos, congregações e ordens religiosos, por exemplo, vivem uma espiritualidade mediada, ou seja, através do modelo de espiritualidade dos fundadores: São Francisco de Assis, São Domingos de Gusmão, São João da Cruz, e outros.O padre diocesano, no entanto, não vive essa mediação em sua espiritualidade. O único modelo do sacerdote diocesano é Jesus de Nazaré e a espiritualidade do padre diocesano é a espiritualidade do próprio Cristo Jesus. Neste ponto, muitos perguntam se São João Maria Vianney não é um mediador, como os são os fundadores religiosos. A resposta é não. O Cura D’Ars é o patrono do padre secular, exemplo do seguimento de Jesus Bom Pastor, mas o modelo do padre diocesano é apenas Jesus de Nazaré.”

O Seminário diocesano Bom Pastor abriga os seminaristas do propedêutico e os que estudam Filosofia da diocese de Teófilo Otoni e Araçuaí e está situado no bairro Marajoara em Teófilo Otoni.

Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco