Jubileu Diocesano

“ASSIM COMO AS ÁRVORES VIRENTES produzem frutos mais copiosos quando delas destacamos alguns ramos para plantá-los na terra, assim também, quando de dioceses se desmembram novas dioceses, as causas religiosas das comunidades cristãs recebem novo incremento, e oferecem-se aos fiéis admiráveis vantagens”. Essa foram as palavras que chegaram, como luz, para Teófilo Otoni, no dia 27 de novembro de mil novecentos e sessenta. O Papa João XXXIII estava assim criando a nossa Diocese. Nascia uma Igreja Particular em comunhão  com Pedro. Alguns meses depois, no dia 04 de junho do ano seguinte, aconteceu a instalação da Diocese. A partir da “Árvore virente”, Araçuaí, nasceu a Diocese de Teófilo Otoni.

Começou-se uma história de evangelização. Quanta alegria e esperança. Quanta fé para se viver a história que estava sendo iniciada, enquanto Diocese nova.  A Quirino, Fernando, Waldemar, Diogo, Aloísio e Messias foi confiada a condução, no Espírito Santo, do rebanho de Deus presente neste chão, o qual desde o primeiro momento até hoje tem sido oferecidos todos os  cuidados necessários. Evangelizar, santificar e pastorear são as ações  dos “Anjos” colocados à frente desta Igreja.

São muitos o evangelizadores que nestes sessenta anos semearam e regaram as sementes, as quais se desabrocharam formando o jardim dos evangelizados. A evangelização gera pessoas santas. Através da celebração dos sacramentos e vivência dos mesmos, muita gente começou a ter um semblante de quem tinha encontrado com Deus e agia com amor gerando uma sociedade nova. Um rebanho pastoreado sabe onde vai. A partir de Cristo, o Bom Pastor, que dá a vida por suas ovelhas cada fiel se torna oferenda diária no Igreja de Cristo e passa ter um rumo de vida. Uma opção fundamental.

Quando se pára ao lado de alguém “vivido” se pode ouvir acontecimentos guardados em seu coração. Muita gente sabe contar a História desta “Árvore Virente” que produziu flores e frutos que alegraram a vida de muitas pessoas e nutriu com seus frutos a vida dos peregrinos rumo à Casa do Pai. Uma História marcada por tantas vitórias precisa ser celebrada. Nossa história vive.

Vamos portanto celebrar com júbilo os sessenta anos da instalação da Diocese de Teófilo Otoni. No domingo dia 06 de junho em todas as Paróquias será celebrada a ação de graças pelo Jubileu de Diamante desta frondosa “Árvore Virente”. É uma história que permanece viva e se torna diariamente um hino de louvor a Deus. Parabéns Diocese de Teófilo Otoni.

Dom Messias dos Reis Silveira

Bispo Diocesano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco