Dom Messias visita a APJ, importante entidade de promoção social

Na manhã desta terça- feira dia 26 de junho, Dom Messias visitou as instalações da APJ – Associação Aprender a Produzir Juntos, que está  localizado no Bairro Teófilo Rocha em Teófilo Otoni. Juntamente com a atual diretoria Dom Messias conheceu todos os projetos existentes e a  história da entidade.

 A Associação Aprender Produzir Juntos nasceu em 08 de julho de 1984, fundada por Pe. Giovanni com o objetivo de acolher crianças e jovens que se encontravam em situação de exclusão econômica, social, cultural e política. Naquela época, grande parte da população encontrava-se marginalizada dos bens de consumo necessários ao suprimento das necessidades básicas fundamentais ao desenvolvimento físico, cognitivo, cultural e espiritual; o estado não se fazia presente na vida do povo através das políticas públicas, hoje acessível a quase toda a população, a não ser para pedir e barganhar a vida do povo através da compra sistemática do voto.

Com o desenvolvimento do estado brasileiro no sentido de começar a garantir os direitos básicos dos cidadãos através das mais variadas políticas públicas, APJ se perguntou em 2010: Como continuar sendo fiel aos ideais? Como ser presença profética nos dias de hoje? Qual de fato é o lugar da entidade APJ na atual conjuntura do Brasil, tendo como centralidade os objetivos fundantes da entidade? Qual deve ser a atuação da entidade diante desta realidade que mudou e muito para melhor, nos próximos 30 anos da entidade APJ?
E a resposta não poderia ser outra, senão aquela de fortalecer as ações do eixo do desenvolvimento econômico no sentido de atuar em projetos que dê sustentação ideológica ao processo de transformação da sociedade ajudando a repensar o modo de organização do trabalho, de produção e consumo através do fortalecimento da Economia Solidária fortalecendo os projetos de finanças e comercialização Solidária e formação profissional que nasceu com a entidade e continua sendo uma necessidade nos dias atuais, tendo em vista a construção de uma sociedade economicamente justa, eticamente solidária, culturalmente plural e ambientalmente sustentável.

Neste sentido, a Escola de Formação – EFOP/APJ com os cursos de cooperativismo, vestuário e moda e mecânica; o Banclisa – Banco Comunitário de Liberdade e Inclusão Solidária Articulada e a Central de Comercialização Solidária do Vale do Mucuri, a animação do Fórum Regional de Economia Solidária e da Política Territorial do território cidadania do vale do Mucuri, além de serem fortes instrumentos de fortalecimento da classe trabalhadora demonstra a atualização da entidade APJ em ler corretamente o seu tempo e o seu lugar e dar respostas atuais e coerentes com os princípios fundantes da entidade, continuando a ser esta presenças profética, no cuidado com os mais vulnerabilidades e na organização do povo, como sempre fez e esteve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco