Cáritas de Minas realiza assembleia

A Cáritas em Minas Gerais realizou sua XVIII Assembleia Regional e a etapa de monitoramento do PMAS (Planejamento, monitoramento, avaliação e sistematização), entre os dias 26 a 28 de julho, em Belo Horizonte. Contando com a presença de 14 das 15 entidades-membro que compõem o Regional Minas, cerca de 60 participantes se reuniram para rever e reorientar as ações planejadas em fevereiro deste ano e realizar a eleição de novos membros que passarão a compor o conselho regional.

Inspirados pelo tema da 24ª Assembleia Geral da Cáritas Brasileira – O Bem Viver: Esperança, resistência e profecia, que será realizada em Teresina (PI), entre os dias 19 a 23 de novembro de 2019, a Cáritas Minas também trouxe o Bem Viver como tema central do encontro. O primeiro dia foi destinado a formação dos agentes Cáritas. Pela manhã, a professora e vereadora da cidade de Santa Luzia, Suzane Almada, colaborou com a análise política, na sequência, o professor e padre jesuíta, Elio Gasda, refletiu com o grupo sobre o momento vivido pela Igreja no país. A parte da tarde foi dedicada ao estudo do Bem Viver e o professor da UFMG, José Luiz Quadros Magalhães, contribuiu com as reflexões.

Um dos mais recentes integrantes da rede, Luís Carlos Pinto, da Cáritas Diocesana de Guanhães, destacou a importância do momento de formação: “Foram dias intensos de discussão sobre o cenário político e eclesial do país. Compreendemos que o sistema capitalista/predatório destrói biomas, ecossistemas, sociedades. Se não encontrarmos uma forma de viver fora da lógica consumista, seremos testemunhas de desgraças ainda piores, a massacrarem todas as formas de vida do planeta”, aponta Luís.

No segundo dia foi realizado o monitoramento das atividades das entidades-membro, momento significativo de olhar para o planejamento para reavaliar ou reafirmar as ações pensadas para o ano.

Eleição

Além do processo formativo e do monitoramento das ações, durante a XVIII Assembleia aconteceu a eleição de novos conselheiros para o próximo quadriênio. O Conselho é uma instância consultiva e tem como finalidade contribuir com a discussão política institucional, apoiando a equipe executiva. A nova composição do conselho passa a ser: presidente: José Nelson P. Santos (Araçuaí); vice-presidente: Márcia Aparecida Almeida (Uberaba); secretário: Ésio Mendes do Nascimento (Paracatú); vice-secretário: Padre Nelito Dornelas (Governador Valadares); suplentes: Geisiane Lima Soares (Itabira/Coronel Fabriciano) e Suzana Alves Escobar (Januária).

Em comemoração aos 30 anos da Cáritas em Minas Gerais, as entidades-membro receberam de presente uma bandeira bordada por mulheres da Associação Comunitária Mãe Ana (ACOMA), da comunidade Barra do Pequi, da cidade Chapada Gaúcha, no Norte de Minas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco